sexta-feira, 20 de abril de 2007

De poeta e de louco...


Tô saindo. Vou à psiquiatra. Vida de poeta é o que há...
Conto uns troços pra ela, saio mais clean e agüento mais uns dias.
É mais ou menos como uma limpeza de giclê.
(lembra carburador de fusca?)
Pois é... mas ainda tenho que cortar a barba. Fui!

3 comentários:

Wolf_o_Vermelho disse...

é tipo se confessar ou tomar um banho depois de praticar algum esporte?

não sei, ainda não fui num psiquiatra o_õ

pode colocar o poema sim! que honra o/ e vou pedir a mesma permissão para ti^^

Wolf_o_Vermelho disse...

"Assim rasteja a humanidade" (título de livro do Allan Sieber)

marilia disse...

Nem eu me vi no Desligare. Vou ver esta semana, se der. Ah, a crônica-cítrica anterior está boa no conjunto, mas peca em alguns aspectos, como vc apontou em Gullar. bjão, bom domingo.