sábado, 19 de dezembro de 2009

86.

                    um poema
                    que não se entende
                    é digno de nota

                    a dignidade suprema
                    de um navio
                    perdendo a rota


                    PAULO LEMINSKI

in: "Nothing The Sun Could Not Explain" (1997)

Um comentário:

Iriene Borges disse...

ele sabia das coisas