domingo, 6 de maio de 2007

Cebola, de Manoel Carlos Karam


Acabo de ler o romance (?) - pelo menos é o que diz na capa - CEBOLA, deste escritor catarinense radicado em Curitiba. O livro ganhou o Prêmio Cruz e Sousa de Literatura de 1995. Criativo, nas minhas palavras, e originalíssimo, nas palavras de Carlos Nejar. Bastante interessante para quem pesquisa o "fazer literário". Rebuscado em excesso, em vários momentos torna-se chato, levando o leitor a abandoná-lo. Teimei em ler até o fim, pois nunca havia lido nada do autor. Não tenho dúvidas de que é um escritor competente, porém, este CEBOLA fez meus olhos arderem. Boa leitura para pesquisa e análise literária. Para quem busca simplesmente o prazer da leitura, fuja.

FCC Edições, Fundação Catarinense de Cultura, 1997, 256p

Um comentário:

Andréa Motta disse...

Se assim é..sei não se quero ler!...rs
Bem, se a chuva deixar.., tenho medo de encolher, até a tarde!
beijos,
Andréa