sexta-feira, 13 de julho de 2007

Desencanto


já não me atrevo
a sonhar com um destino
de quatro folhas


RAUL POUGH

3 comentários:

Natália Nunes disse...

curtinho mas cheio de efeito.

ainda me confundo ao diferenciar quem é realista e quem é desiludido.

Wolf_o_Vermelho disse...

não trato minha vida
como se fossem as sete
de um gato



eu já estava suplicando:

mais poemas seus,
pough,
poste mais, pô!!

Ana Valéria Sessa disse...

que tempo bom, não, so naif ! nem eu ! estou passeando com calma no seu Blog...e adorando.

bjs

Valéria